PM faz cordão humano para separar grupos contrários e favoráveis a Bolsonaro

A Policia Militar precisou fazer um cordão de isolamento no ‘Largo de Tambaú’, em João Pessoa, para evitar o encontro entre apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e integrantes de movimentos de esquerda, que defendem o ex-presidente Lula, na manhã deste 7 de Setembro.

Havia sido acordado que o local seria ocupado pelos militantes que realizam o ‘Grito dos Excluídos’. Os manifestantes se concentram na ‘Praça das Muriçocas’, em Miramar, antes de descer orla. Já os bolsonaristas tinham reservado o local no período da tarde.

Entretanto, logo cedo, defensores do presidente Jair Bolsonaro já eram visto no local. A Polícia tentou negociar a saída deles antes da chegada dos outros manifestantes, mas alguns permaneceram na orla gerando insultos e provocações.

Para evitar o confronto, a Polícia teve que fazer um o isolamento separando as duas militâncias.

Fonte: Mais PB