Michael vira artilheiro, Flamengo goleia e São Paulo vê o fantasma do rebaixamento

Camisa 19 chega aos 13 gols no Brasileirão e é o destaque absoluto do 4 a 0 da tarde deste domingo, no Morumbi. Tricolor seca o Juventude para não ver o Z-4 mais próximo

Bruno Henrique e Gabigol comemoram os gols pelo Flamengo na partida contra o São Paulo (Foto: Guilherme Drovas/AGIF)

Resumão

Um jogo que poderia ter durado menos de dez minutos. Foi o tempo suficiente para o Flamengo praticamente definir a vitória sobre o São Paulo, neste domingo, com dois gols e a expulsão de Calleri. Daí em diante, o protagonismo ficou por conta de Michael, destaque absoluto do 4 a 0 no Morumbi, válido pela 32ª rodada do Brasileirão. Com dois gols, o atacante chegou a 13 e se isolou na artilharia do campeonato, enquanto Gabi e Bruno Henrique fizeram os primeiros do Rubro-Negro.

Na tabela

Com o resultado, o Flamengo ainda sonha com o título e o São Paulo vê o fantasma da inédita Série B ainda assustar. Os paulistas estão em 15º, com 38 pontos, mas tem jogos a mais do que os concorrentes diretos. O Bahia, com 36, é o 16º e teve o jogo com o líder Atlético-MG adiado para dezembro. Já o Juventude, que abre o Z-4 com 33, ainda encara a Chapecoense, neste domingo. Os cariocas, por sua vez, estão a oito pontos do líder Galo faltando sete partidas para ambos.

Próxima rodada

O Flamengo recebe o Corinthians, quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, na última partida diante de seu torcedor antes da final da Libertadores. O São Paulo visita o Palmeiras, também na quarta-feira, às 20h30.

Primeiro tempo

Um início de jogo avassalador. Na verdade, é até difícil encontrar adjetivo para o que aconteceu no Morumbi. Com menos de 30 segundos, Gabriel fez 1 a 0 para o Flamengo. Bruno Henrique ampliou aos três minutos. E Calleri foi expulso por entrada dura de carrinho na canela de David Luiz aos nove. Sequência de lances que condicionaram a partida, mas fruto muito da postura de cada um. O Flamengo foi agressivo na marcação e vertical nas ações, enquanto o São Paulo se manteve apático. Michael, em lindo chute colocado já nos minutos finais, garantiu o 3 a 0 justo em uma etapa inicial onde Hugo praticamente não tocou na bola.

Flamengo comemora quarto gol, de Michael, contra o São Paulo
Flamengo comemora quarto gol, de Michael, contra o São Paulo (Foto: Guilherme Drovas/AGIF)

Segundo tempo

Com Vitor Bueno e Luciano, o São Paulo conseguiu ser mais perigoso em ações ofensivas no segundo tempo, principalmente com o primeiro, que obrigou Hugo a fazer defesa logo nos segundos iniciais. O Flamengo, por sua vez, não deu nem tempo para o time da casa esboçar uma reação. Aos nove minutos, Michael obrigou Volpi a fazer boa defesa, mas na sequência da mesma jogada recebeu cruzamento de Bruno Henrique para fazer o quarto. Daí para frente, o ritmo do jogo diminuiu, Renato fez mudanças para poupar jogadores, mas ainda assim os rubro-negros estiveram mais próximos do quinto do que o Tricolor de diminuir. No fim, torcedores tricolores fizeram cobranças das arquibancadas, enquanto o setor de visitante ecoou o nome de Renato Gaúcho.

Luciano em ação no duelo do São Paulo contra o Flamengo
Luciano em ação no duelo do São Paulo contra o Flamengo (Foto: Marcos Ribolli)

Artilheiro improvável!

Michael chegou a seis gols nos últimos cinco jogos do Flamengo e assumiu a ponta isolada da artilharia do Brasileirão, com 13. O atacante, que era reserva até bem pouco tempo, deixou para trás Gilberto e Hulk, com 12, Edenílson, Yuri Alberto e Ythalo, com 11, e os companheiros Gabriel e Bruno Henrique, com 10, ao lado de Raphael Veiga. Quem diria?!

Michael tem 13 gols no Brasileirão
Michael tem 13 gols no Brasileirão (Foto: Guilherme Drovas/AGIF)

Bom para o dia 27

A vitória convincente foi importante não somente para o Flamengo seguir sonhando com o Brasileirão, mas para renovar a confiança visando a final da Libertadores, dia 27. Se Michael é cada vez mais o xodó, Bruno Henrique e Gabriel também deixaram suas marcas, Everton Ribeiro voltou a fazer uma grande partida e o setor defensivo foi consistente. Fica, no entanto, a preocupação com as condições física de Rodrigo Caio e David Luiz, substituídos.

São Paulo x Flamengo
São Paulo x Flamengo (Foto: Marcos Ribolli)

Prejudicou a equipe

Em uma tarde onde nada deu certo para o São Paulo, Calleri deixou a missão praticamente impossível logo aos nove minutos de bola rolando. O atacante, que já tinha conseguido uma finalização perigosa, foi expulso após revisão do VAR de carrinho com a perna alta que acertou David Luiz na canela. Entrada desnecessária e que prejudicou muito os companheiros. Por mais que Tiago Volpi tenha sido o vilão escolhido pela torcida na arquibancada do Morumbi, foi Calleri quem mais teve interferência no resultado.

Matemática tricolor!

Com um ponto nos últimos nove, o São Paulo volta a se preocupar com a zona de rebaixamento faltando seis partidas para o fim do Brasileirão. O Tricolor ainda tem pela frente Palmeiras (fora), Athletico (casa), Grêmio (f), Sport (c), Juventude (c) e América-MG (f). Para fazer as contas, o time de Rogério Ceni aguarda o resultado de Chapecoense x Juventude ainda neste domingo, que determinará a diferença real do Tricolor, em 15º, para o Z-4. No momento, são cinco pontos.

Rogério Ceni São Paulo x Flamengo
Rogério Ceni São Paulo x Flamengo (Foto: Marcos Ribolli)

Fonte: Globo Esporte