Botafogo-PB vence Altos no Almeidão em duelo marcado por pênaltis e expulsões

Gustavo Coutinho e Nadson marcam para o Belo, enquanto Betinho desconta para o Jacaré. Partida teve três expulsões e três penalidades assinaladas pelo árbitro

PÊNALTIS, EXPULSÕES E VITÓRIA DO BELO
Teve de tudo, inclusive futebol. O Botafogo-PB recebeu o Altos no Estádio Almeidão pela 5ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo prometia ser nervoso, pois o Belo queria se recuperar da derrota para o Ferroviário na rodada passada, e o Jacaré também, já que estava na zona de rebaixamento. O fato é que, em campo, o duelo foi marcado por rigor do árbitro, que acertou nas três penalidades assinaladas em campo, contudo, expulsou dois atletas do Alvinegro, além do técnico Francisco Diá, do Verdão Altino. Dentro de campo, a vitória foi botafoguense, com gols de Gustavo Coutinho, de pênalti, e Nadson (foto). Também cobrando pênalti, Betinho descontou para os piauienses.

PRIMEIRO TEMPO
O Botafogo-PB conseguiu abrir o placar logo no comecinho. Aos quatro minutos, Gustavo Coutinho foi derrubado por Lucas Sousa, pênalti claro. O próprio camisa 9 alvinegro converteu a cobrança. O primeiro tempo poderia ter terminado logo aos 10 minutos, quando o técnico do Altos, Francisco Diá, foi expulso por reclamação. É que depois disso, nada de tão marcante aconteceu.

SEGUNDO TEMPO
O segundo tempo foi agitado. Aos 29 minutos, Gustavo Coutinho tocou Nadson, que chutou de fora da área, a bola desviou e enganou o goleiro Marcelo. Após isso, surgiu uma esperança para o Altos. Lucas Campos foi derrubado dentro da área por Alessandro, mais um pênalti marcado. O lateral-esquerdo botafoguense, inclusive, acabou sendo expulso. Betinho cobrou e diminuiu. O Belo ainda teve a chance de ampliar aos 46 minutos, porém, Marcelo defendeu a segunda penalidade cobrada por Gustavo Coutinho. Já nos acréscimos do confronto, quando o goleiro Luis Carlos já estava mais devagar para repor a bola, o árbitro Tiago Nascimento dos Santos apresentou o amarelo para o camisa 1 do Belo, que ficou na bronca. Na sequência, foi mais um cartão e aí veio uma nova expulsão em campo. Como o time já havia feito todas as substituições, o atacante Kesley virou goleiro do Botafogo-PB. Mas o jogo já estava fazendo hora extra, tanto que ficou por isso mesmo.

OS TIMES
Botafogo-PB: Luis Carlos, Elias, Gabriel Yanno, Paulo Vitor e Alessandro; Tinga (Leandro Camilo), Adriano Júnior (Diego Gomes) e Esquerdinha (Nadson); Alan Grafite (Nicolas), Leilson (Kesley) e Gustavo Coutinho. Técnico: Gerson Gusmão.

Altos: Marcelo, Ferrari (Marcos Aurélio), Ramon, Lucas Sousa e Dyeson; Fábio Aguiar, Valderrama, Diego Viana e Elielton (Lucas Campos); Dieguinho (Manoel) e Betinho (Dico). Técnico: Francisco Diá.

A CLASSIFICAÇÃO
Com a vitória, o Botafogo-PB chegou aos nove pontos, na quarta colocação da Série C de forma momentânea, já que a 5ª rodada segue com jogos no domingo e na segunda-feira. Enquanto isso, o Altos permanece na zona de rebaixamento, com três pontos, mas agora ocupa a 18ª posição.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS
Na sexta rodada da Terceirona, o Altos vai receber o Atlético-CE no Estádio Lindolfo Monteiro. A partida está marcada para as 15h do próximo sábado, dia 14. Já o Botafogo-PB vai entrar em campo somente no dia 18, quando vai visitar o Vitória no Estádio Barradão, em Salvador, às 20h30. Antes disso, no dia 14, o Belo receberá o Campinense no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paraibano de 2022. A decisão vai ser disputada no Almeidão, às 16h.

Fonte: Globo Esporte/PB