Hospital Regional de Patos emite nota e diz que homem morto a tiros dentro da unidade estava acompanhado

A direção do Complexo Hospitalar Regional de Patos emitiu uma nota esclarecendo sobre o homicídio ocorrido na madrugada desta terça-feira (11) nas dependências da unidade hospitalar. De acordo com a informação oficial, o fato se deu por volta das 3h20 e os meliantes teriam entrado pela lateral, pela casa das freiras, pulando o muro do corredor e em seguida tiveram acesso a enfermaria 10, Leito 01, onde estava internado o paciente Carlos Henrique de Medeiros.

Ainda conforme a nota, a vítima estava acompanhado de sua companheira e no quarto ainda havia mais dois pacientes e ambos também com acompanhantes. A assessoria informou que além de Carlos Henrique ninguém foi ferido.

“Reiteramos que confiamos no trabalho da polícia tanto para identificar os autores destes disparos, como para nos auxiliar, como força de segurança pública, para que possamos continuar prestando um serviço de referência em saúde pública para a população de Patos e região”, diz um trecho da informação. Confira a nota completa:

NOTA

Sobre o episódio que vitimou o paciente Carlos Henrique de Medeiros, na madrugada desta terça-feira (11), em nossa unidade, a direção do Complexo do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos esclarece:

Que por volta das 3h20 dois indivíduos, ainda não identificados, entraram pela lateral, pela casa das freiras, pulando o muro do corredor e assim tiveram acesso a enfermaria 10, Leito 01, onde estava internado o paciente Carlos Henrique de Medeiros. No momento do ocorrido, além da vítima, estavam no mesmo ambiente a sua acompanhante e outros dois pacientes e suas respectivas acompanhantes. Nenhum deles foi atingido pelos disparos, nem sofreu agressão física de nenhuma ordem.

Segundo relatos das testemunhas do crime, ao chegarem no ambiente, os criminosos acenderam a luz, se certificaram da identidade da vítima e dispararam os tiros fugindo, em seguida, pelo mesmo local por onde entraram.
A Polícia foi acionada de imediato, ao mesmo tempo em que foi prestada toda assistência aos pacientes e acompanhantes que presenciaram o lamentável fato que, felizmente, não feriu mais ninguém.

O Hospital já disponibilizou as filmagens do circuito interno de câmeras para a polícia para as devidas investigações e identificação dos autores do fato, ao mesmo tempo em que reforçou as solicitações de rondas e patrulhamento na unidade para dar maior segurança aos seus pacientes, funcionários e visitantes.

Ao mesmo tempo em que lamentamos tal episódio e nos solidarizamos com os familiares do Sr. Carlos Henrique, reiteramos que confiamos no trabalho da polícia tanto para identificar os autores destes disparos, como para nos auxiliar, como força de segurança pública, para que possamos continuar prestando um serviço de referência em saúde pública para a população de Patos e região.

Fonte: Portal Diário