VÍDEO: “Aqui falta tudo, não tem nada”, diz Walber Virgolino ao criticar situação de USF no Valentina

Além da crítica sobre o descaso com a USF, o deputado comentou sobre a ação do Ministério Público que pede o afastamento da filha de Cicero Lucena do cargo de secretária executiva de saúde do município

O deputado Walber Virgolino (Patriota), criticou em suas redes sociais nesta segunda-feira (25), a situação em que se encontra a Unidade de Saúde da Família (USF) Ipiranga, no bairro do Valentina de Figueiredo. No local, o parlamentar disse que “os funcionários fecharam a unidade por ausência de condições de trabalho”. “Aqui falta tudo, não tem nada”, destacou.

CRM

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB) interditou eticamente os médicos da USF em virtude das precárias condições para o atendimento médico seguro. A vistoria foi realizada no último dia 8 e a interdição teve início à 0h do dia 9. Com a medida, os médicos só voltarão a realizar consultas no local quando as irregularidades encontradas forem corrigidas.

Conforme o relatório da Fiscalização, em dois consultórios médicos, as luminárias estão sem lâmpadas e as instalações com fios aparentes ou desencapados. Em outro consultório, a porta está danificada e não fecha, impedindo o sigilo médico. O lavatório para mãos não tem água, falta uma lâmpada no negatoscópio, a sala não é climatizada e o médico traz seu ventilador.

CLIQUE AQUI e veja a matéria completa do CRM.

NEPOTISMO

Durante o vídeo, o parlamentar citou o caso que vem sendo repercutido de forma nacional após publicação da VEJA, de suposto nepotismo na prefeitura de João Pessoa.

“Injustamente, fui atacado por parte da mídia e por internautas ligados ao prefeito Cícero Lucena, por ter sido o primeiro e único político paraibano a denunciar a ilegalidade da nomeação da filha do prefeito, para o cargo técnico-administrativo, e não apenas político, de Secretária Executiva da Saúde do município de João Pessoa”, ressaltou.

Ele agradeceu ao Ministério Público por ter acatado sua denúncia e ter entrado com uma ação contra a prefeitura para que a filha de Cícero Lucena fosse exonerada.

“De uma vez por todas, espero que os gestores públicos aprendam que a Administração Pública pertence ao interesse público e, por conseguinte, ao povo, não podendo ser feito o que bem entenderem”, finalizou.

Clique aqui e veja a matéria da Revista VEJA na íntegra.

Confira a postagem do deputado no Instagram:

PORTAL PB NEWS