Campinense repudia suposto caso de injúria racial de torcedor do Botafogo-PB na final do Paraibano

O Campinense divulgou, na tarde desta segunda-feira, uma nota oficial sobre o episódio de possível injúria racial registrado na vitória sobre o Botafogo-PB, por 2 a 1, no último sábado, no Estádio Almeidão, no jogo de ida da final do Campeonato Paraibano Pixbet 2022. No ocorrido, um grupo de torcedores do Belo, autodenominado Setor 31, acusou um torcedor do próprio clube de cometer injúria racial. A diretoria botafoguense, por sua vez, disse que já identificou o torcedor, registrou Boletim de Ocorrência e está em processo de exclusão desse torcedor do quadro de sócios do clube.

No texto, o Campinense afirma que o torcedor deve ser identificado, localizado e punido pelas autoridades competentes. Além disso, na nota, o Rubro-Negro disse que repudia atos racistas e discriminatórios.

O Botafogo-PB também divulgou uma nota nesta segunda-feira e, após ter reconhecido o episódio, afirmou que já foram tomadas as previdências. Dentre elas, a identificação do torcedor e o processo de retirá-lo do quadro de sócios do clube. Por fim, foi registrado um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

Na partida, o Campinense venceu o Botafogo-PB por 2 a 1, e tem a vantagem do empate no jogo de volta. A bola rola no próximo sábado, às 16h, no Estádio Amigão, em Campina Grande.

Fonte: Globo Esporte/PB