CRM-PB interdita duas unidades de saúde de João Pessoa com problemas estruturais

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB) interditou eticamente o trabalho dos médicos das Unidades de Saúde da Família (USF) Integrada Saúde e Vida, no bairro Esplanada, e da Ilha do Bispo, no bairro de mesmo nome.

Segundo o Conselho, as unidades de saúde apresentaram problemas estruturais graves, além de não possuírem equipamentos básicos para o atendimento, como estetoscópio, otoscópio e oftalmoscópio.

Devido às chuvas dos últimos dias, metade do prédio da USF Saúde e Vida estava sem energia elétrica, desligada preventivamente. Na entrada do prédio e nos ambientes de atendimento havia várias goteiras.

Já a estrutura física de parte da USF Integrada Ilha do Bispo já estava interditada pela própria equipe da unidade, por falhas no teto, com queda total ou parcial do forro de diversas salas, incluindo o consultório médico e a sala do citológico.

Além disso, segundo o CRM-PB, a USF não possui sala de espera com cadeiras, nem sanitários para os pacientes e faltam equipamentos básicos para o atendimento médico, como estetoscópio (adulto e infantil), otoscópio, oftalmolscópio, lanterna clínica para exames, dentre outros.

Mudanças no atendimento
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), equipes de engenharia da prefeitura visitaram os locais junto com o CRM-PB e entendeu que seria melhor suspender o atendimento nas unidades de saúde até que os reparos sejam feitos.

“Enquanto o serviço é realizado, os atendimentos médicos da USF Integrada Saúde Vida acontecerão na associação comunitária do bairro Esplanada e nas residências dos moradores, através das visitas domiciliares. Já com relação a USF Integrada Ilha do Bispo, os atendimentos seguirão o mesmo modelo, acontecendo na associação comunitária do bairro e nas residências”, esclareceu a Secretaria, em nota.

Fonte: Portal Correio