Adolescente ferido em tiroteio após tentativa de assalto não teve participação no crime, em João Pessoa

O adolescente de 17 anos que ficou ferido durante um tiroteio, em João Pessoa, foi considerado um dos suspeitos de tentar assaltar uma cooperativa de crédito, nesta segunda-feira (6). Ele chegou a ser levado ao Hospital de Trauma sob custódia da Polícia Militar, que só percebeu o equívoco ao chegar na delegacia, quando a família foi acionada.

Conforme relato da família ao g1, o adolescente saiu de casa para ir ao trabalho e tinha acabado de chegar na parada de ônibus, onde estavam os dois suspeitos que tentaram assaltar a cooperativa.

O menino, então, perguntou a eles se o ônibus que ele pegaria para chegar à empresa já havia passado. Eles responderam que sim, mas o adolescente não se conteve e foi averiguar no aplicativo de acompanhamento real dos transportes públicos. Foi nesse momento que a aviatura da PM chegou ao local, e os suspeitos iniciaram a troca de tiros.

Um dos disparos acabou ferindo as nádegas do adolescente, que foi levado ao Hospital de Trauma sob custódia da PM. Após alta médica, ele foi conduzido à Delegacia da Infância e Juventude. Quando a família foi acionada e chegou ao local, foi identificado que se tratava de um equívoco e que, portanto, ele não teria envolvimento com o assalto.

O policial, inclusive, foi atingido levemente no tornozelo, mas não precisou ser hospitalizado.

A família do adolescente informou que deve procurar a Justiça. Os dois suspeitos seguem foragidos e a Polícia Civil investiga o caso.

Fonte: G1/PB